CONTACTE-NOS: (+351) 218 520 043 / (+351) 965 555 727

EMAIL: geral@luacrescente.pt

Lua Crescente

Quer ajuda? Contacte-nos!

Lua Crescente

Pedido de pré-inscrição

Como mãe de primeira viagem, e sendo eu a personificação do stress, estava grávida de 5 meses e achei que tinha que escolher a creche para a Bárbara no imediato. Sendo eu fã das novas tecnologias e da internet em especial, comecei a pesquisar o que existia na zona e a ler imensos blogs sobre o tema, até que, voilá, reparo que uma amiga trabalha na Lua e percebo que a Lua é mesmo pertinho de casa. Decidi começar a fazer visitas, começando pela Lua. Que simpatia de pessoas (já tinha sido alertada para isto pela minha amiga). Acreditam que não me aceitaram a inscrição na hora? Alegaram que eu deveria visitar outras escolas para tomar uma decisão mais consciente. Tudo bem...(gente honesta e estranha!?!?). Prometi que iria visitar outras creches (claro que não o fiz, se já tinha achado o que queria, que me dava conforto a todos os níveis, para quê complicar?). Chegou o dia acordado, e lá liguei a indicar que a decisão estava tomada. Passados uns largos meses, lá chegou o dia de deixar a Bá na escolinha (deixar como quem diz, que eu andei por lá a fazer a preparação durante alguns dias) e senti que respeitavam a minha necessidade de ficar por lá, nunca correram comigo, respeitaram os meus timmings. Ai que bom, gosto tanto quando nos deixam fazer as coisas ao nosso ritmo.

Faz em Março 2 anos que a Bá anda na Lua. Será que ela é feliz? Vejamos, passa as férias/fins de semana a chamar pelo António (que a recebe todos os dias de manhã com um sorriso rasgado e a quem ela dá um grande beijinho todos os dias na hora de regressar a casa), a chamar pela Ana (que alegadamente é a Bruxa Má que tenta ralhar com ela quando ela apronta, mas que a Bárbara adora), pela "Caína" (nego-me a comentar a paixão que os miúdos têm pela Carina), pelo Gui, pelo Diniz, pela Joana..Só me lembro dela ter chorado desalmadamente uma vez para não ficar na escola (regresso à escola depois de ter passado 3 semanas de férias), fora este evento único, fica sempre bem, sorridente e a dizer adeus. Que descanso que é deixar os nossos filhos a sorrir.

Se recomendo a Lua? Bem, acho que devem visitar outras creches, perceber como eles trabalham (gosto essencialmente de politicas de porta aberta) e tomar uma decisão consciente. Ou então, façam como eu, visitem a Lua e apaixonem-se.

A Lua Crescente foi mais do que uma creche para o meu filho, foi a casa dele durante 4 anos. Nunca durante estes 4 anos sentimos necessidade de o tirar. Nesta Creche fomos sempre recebidos com muito carinho, com muita atenção e naturalidade. Todos tiveram um papel muito importante no inicio da vida do meu filho, que nem sempre foi fácil, identificando e solucionado sempre todos problemas. Foram importantes para o seu crescimento e felicidade e isso faz com que sintamos esta direcção, professores e auxiliares como fazendo parte da nossa família.

O aperto que senti no coração quando entreguei o Guilherme, de 4 meses, aos cuidados da Lua, desapareceu ao fim de um dia. Quando lhes entreguei o Ricardo, um ano e meio depois, também com 4 meses, fi-lo com uma imensa alegria. A Lua é a continuação da minha família, onde todos sabem o nosso nome e conhecem as nossas crianças tão bem como nós. É um lugar onde partilhamos alegrias e angústias, e em que nunca nos sentimos sozinhos na difícil tarefa que é ensinar os nossos meninos a crescer e a procurar a única coisa que importa. A felicidade. Não entregaria os meus filhos a nenhum outro lugar. Eles crescerão aqui. Obrigada Lua!

Inicialmente escolhemos a Lua Crescente pelas instalações, proximidade e preço. Mas foram os afectos, os métodos pedagógicos e a vocação que ditaram a estadia dos meus filhos desde o berço até ao primeiro ciclo. Obrigado a toda a equipa!

Descobrimos a Lua Crescente por acaso, mas logo à primeira visita nos apaixonámos pelo espaço e a sua luz, assim como pela equipa que nos recebeu. Ficou imediatamente decido logo, ainda silenciosamente, mas em simultânea e absoluta sintonia que seria aquela a escola para a nossa filha de 17 meses, na altura. Não nos arrependemos!!!! A Joana adaptou-se muito bem e a evolução dela neste primeiro ano foi notória. E como temos a certeza de escolha bem feita e que a nossa filha está contente? Quando a três dias de as férias acabarem, ela faz uma birra porque quer ir para escola, para ver os amigos e a educadora (não foi fácil, nem possível explicar que era sábado e que a escola estava fechada). Resultado: acabou por regressar à escola um dia antes do previsto!!! E no dia seguinte de manhã perguntou logo: "Mãe, hoje vou à escola outa vez??

Quando a conheci, a Lua Crescente não ainda tinha ainda aberto as suas portas. Como “mãe de primeira viagem” que era, não estava muito entusiasmada com a ideia de deixar o meu bebé de 4 meses numa creche da qual não tinha referências absolutamente nenhumas! Mas bastaram-me 5 minutos de conversa com a Diretora, Ana Patrício, para perceber que estava perante uma escola cujo principal objetivo (e visível motivação!) era o desenvolvimento saudável, equilibrado e feliz de todos os seus futuros alunos. Entre cuidados como uma alimentação de base biológica, o estímulo à exploração e criatividade, o envolvimento da família e uma constante e fluída comunicação, mais do que uma escola a Lua Crescente tem sido uma verdadeira parceira nesta viagem que é a educação das crianças. Passados 4 anos de convivência com esta verdadeira escola de afetos e com uma equipa absolutamente excecional, a todos os níveis, sinto que mais do que uma decisão acertada tive uma sorte incrível por encontrar a Lua Crescente…e hoje sou eu que a referencio J Obrigada Lua Crescente!